segunda-feira, 19 de junho de 2017

Rotina?

Meu dia sempre começa com uma briga silenciosa  (da minha parte) contra o despertador! Que insiste em tocar uma musiquinha fofa as 04:40, um som comum de despertador as 05:10 e DES PA CI TO as 05:20 (será que é por isso que passo o dia cantarolando "passito, passito). Normalmente enxoto a miah de cima das cobertas, me levanto, sigo até o banheiro para fazer minha higiene matinal (sei lá o que significa isso, mas leio nas fics e acho fofo) Depois do banho, cato as calças vermelhas e a camiseta cinza do uniforme, alguma coisa de lã nos tons do mesmo e o jaleco que quase sempre ou sempre deixo atrás da porta. Faço uma checagem rapida na minha bolsa ou mochila dos seguintes ítens: crachá da empresa, fones (quem em pleno séc xxi sobrevive sem fones?) e celular...
Ok ja posso sair de casa! Mas e os sapatos? Você deve estar pensando... Eu visto na passagem entre a saida de casa e a garagem pois tenho esse costume bobo de deixar meus sapatos sempre na porta!!
Pego meu chaveiro do GRÊÊÊMIOO, DÁ-LHE DÁ-LHE DÁ-LHE TRICOLOR, TRICOLOOOORRR e emfim bato a porta deixando pra trás um quarto desarrumado, toalhas molhadas (as vezes em cima da cama), a Miah cat e meu pais. Me dirijo a parada, ou ao local onde pego o onibus o mais rapido possivel. Aqui começa meu sofrimento, primeiro o nervosismo pela demora do onibus e a probabilidade do mesmo já ter passado e me esquecido, receio de alguem avistar uma pobre indefesa parada na esquina e decidir pedir de uma forma nada amigável seus pertences "emprestado" e por fim de pegar muito frio e mais uma vez entrar com medicamentos e antibióticos para curar uma otite, sinusite e faringite  (pq tudo que da dor, febre e catarro termina com ite? *nota mental: pesquisar no google), derrepente surge 1 carro que passa no mesmo sentido que o meu, dois carros, as vezes uma moto, e de uns tempos pra cá um kazinho preto igualzinho ao meu 💓 passa por mim todos os dias como quem diz eu to inteiro o teu não tá... Passa um ônibus pelo lado, mais outro carro pro lado de lá, espera... espera... espera... olha o relógio... cri... cri... cri... acho que ouço barulhos de carro vindo, e deve ser grande pelo barulho é eleeee meu onibus??? Surge um uno branco, bastante barulhendo... Só pode ser sacanagem né? O próximo carro que vai passar aqui é um palio morango??? @deus
Espera... espera... cri... cri... cri...
La no fundo surge, ele branco com tons se azul marinho, diversas luzes escrito UNIVERSAL!! Seria essa uma passagem ao universo? Uma igreja? Poderia mas é só um onibus mesmo, um onibus não o meu ônibus... Ele dobra, seguindo na minha direção, vai se aproximando e já posso ler um luminoso laranja escrito UNIVERSAL - YARA - CASSINO -UNIVERSAL ele vai se aproximando... faço um sinal de eiii to aquii, não me esquece!! E o mesmo para, abre a porta e eu entro, minha felicidade é tanta que sempre dou um bom dia feliz ao motorista e o mesmo me responde BOM DIA e um sorriso nos lábios!! Confesso que passei a achar ele mais interessante depois disso, inclusive por que aparenta ser o mais novo, simpatico e bonito da frota. E agora estou aqui, sentada no quentinho, feliz por ter recebido um sorriso, ter pego meu onibus na hora certinha e indo trabalhar!! #GoYara

domingo, 28 de maio de 2017

A arte de ser criança!

Confesso que não é tão fácil pra mim, aos 23 anos pensar que não sou mais criança, que não posso mais brincar, mais me preocupar em apenas cuidar de minhas bonecas e com o "teste" da "tia" no colégio!




É complicado essa tal maturidade, quando menos se imagina te rotulam como adulto e tua mente não sente isto, não estou querendo dizer que sou imatura ou então que queria voltar a ser criança. To tentando dizer que ainda tenho muita imaturidade e inocência dentro de mim, e que nunca vou deixar de ser criança! Sei que nunca é uma palavra forte, mas eu me conheço!!





Follow moon?

As vezes olho pra lua e a única coisa que vem a minha mente é caminhar ao encontro dela..
Ela me fascina me deixa perdida e desperta ao mesmo tempo, não recordo ao certo quando isso começou mas nem precisa ser noite pra eu encontrar ela no céu.

Como seria se fosse possivel seguir o rastro da lua? Seguindo ela pelas madrugadas afora na certeza de que não haveria lugar finito pra se chegar.


E as pessoas viajantes se dizem wonderlust, pra mim follow moon é mais propício e aplicável.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Enfim consegui recuperar o blog, nem acredito!!!!

Eu não sei como consegui me perder nos acessos e a tempos tentava postar mas só conseguia via celular...

Enfim to de volta e cada vez mais perdida na vida e me encontrando em palavras, espero continuar alimentando o blog com meus devaneios...


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Ao longo dos últimos 6 meses eu tenho feito algumas entrevistas de emprego e é  interessante a forma como eu me envolvo com as empresas e fico analisando cada detalhe. Pude passar no mínimo 2h em cada local,  e como uma boa administradora ou eterna estudante de administração analiso cada detalhe e cada importancia que as pessoas tem para o bom andamento das organizações.  Desde a moça que as vezes simpática atende na portaria ate a psicologa que faz o possivel pra extrair o maximo de sinais e informações a fim de traçar tuas características profissionais.  O que de fato faz alguem conseguir uma vaga,  eu não sei responder pois nem sempre o meu jeito extrovertido e falante permite que eu seja uma boa escolha.  Mas o fato é que eu realmente admiro,  as pessoas que ali trabalham e que conseguiram fazer de uma oportunidade uma vivencia uma pratica,  e ter um proposito não só para si,  mas para a empresa um objetivo em comum!  Mesmo que esse objetivo seja o lucro,  ele permite que pessoas se encontrem,  descubram,  vivam situações que jamais imaginariam viver  e se sintam parte de algo maior...  Seja a empresa ou ate a sociedade!

Fim da saga: "de porta em porta,  de oportunidade em oportunidade desejando incansavelmente fazer parte de algo maior"

sábado, 4 de junho de 2016

Receita de bolo

E meio louco como algumas coisas passar a fazer sentido e outras deixam... Ultimamente me sinto amarrada, a sonhos ideias e vontades nao realizadas, mesmo eu fazendo as coisas pelo jeito certo e tentando aproveitar nas horas vagas o maximo possível parece que algum ingredientes eu coloquei demais, ou de menos e o bolo desandou!
Mas sera normal eu me ver assim, sem saber o que fazer com essa massa inodora, impapavel e estranha que se tornou minha vida, meu bolo?

Ou o certo seria enfiar isso num forno ver o que dá e depois a gente faz um brigadeiro taca em cima e serve de qualquer jeito?

Perdida, imóvel sem nenhuma reação assim me sinto, esperando que algum milagre surja ou então que algum cheff bata na minha porta e diga põe um pouco de baunilha e fermento e segue o barco menina!!
Pq to assim? Eu que sempre fui a milagreira, a que teve preocupada com todos e tentando fazer eles sorrirem, pq justo qnd eu preciso não tem sequer um auxiliar cozinha pra meter a colher e me dizer o que fazer??
Acho que já fiz muitos bolos e por me achar expert no assunto, nunca deixei ninguém dar pitacos ou palpites sobre o que fazer ou onde mudar, e fiz com que as pessoas tivessem medo de me ajudar a crescer (to falando do bolo viu).

domingo, 29 de março de 2015

Deu vontade de voltar a escrever!!

Bateu aquela vontade louca de voltar a escrever, viajar pelos caminhos da minha mente... Inventar histórias de amor, de aventura, de saudade ou contos em que tudo dá certo (ao contrário da minha vida).
É no minimo engraçado pensar em quantas histórias minha mente fértil já inventou, quantos desfechos ela da a minha própria vida...
As vezes penso, ser sonhadora esta ligado a que? ao fato de ser uma menina romantica? Ou ao meu signo, que já é por natureza “frouxo”, minha formação e criação, ás minhas angustias em não realizar algumas coisas, ou a minha personalidade e forma de ver o mundo? 
O fato é que eu vejo o mundo de uma forma diferenciada dos demais, uma forma colorida e mais leve e livre que os demais... 
Há momentos que isso se torna preocupante em outros é simplesmente minha maneira de mudar meu mundo, enfim preciso voltar a escrever e me permitir viajar pelos caminhos da minha mente... Pelos meus mundos!!