terça-feira, 22 de novembro de 2016

Enfim consegui recuperar o blog, nem acredito!!!!

Eu não sei como consegui me perder nos acessos e a tempos tentava postar mas só conseguia via celular...

Enfim to de volta e cada vez mais perdida na vida e me encontrando em palavras, espero continuar alimentando o blog com meus devaneios...


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Ao longo dos últimos 6 meses eu tenho feito algumas entrevistas de emprego e é  interessante a forma como eu me envolvo com as empresas e fico analisando cada detalhe. Pude passar no mínimo 2h em cada local,  e como uma boa administradora ou eterna estudante de administração analiso cada detalhe e cada importancia que as pessoas tem para o bom andamento das organizações.  Desde a moça que as vezes simpática atende na portaria ate a psicologa que faz o possivel pra extrair o maximo de sinais e informações a fim de traçar tuas características profissionais.  O que de fato faz alguem conseguir uma vaga,  eu não sei responder pois nem sempre o meu jeito extrovertido e falante permite que eu seja uma boa escolha.  Mas o fato é que eu realmente admiro,  as pessoas que ali trabalham e que conseguiram fazer de uma oportunidade uma vivencia uma pratica,  e ter um proposito não só para si,  mas para a empresa um objetivo em comum!  Mesmo que esse objetivo seja o lucro,  ele permite que pessoas se encontrem,  descubram,  vivam situações que jamais imaginariam viver  e se sintam parte de algo maior...  Seja a empresa ou ate a sociedade!

Fim da saga: "de porta em porta,  de oportunidade em oportunidade desejando incansavelmente fazer parte de algo maior"

sábado, 4 de junho de 2016

Receita de bolo

E meio louco como algumas coisas passar a fazer sentido e outras deixam... Ultimamente me sinto amarrada, a sonhos ideias e vontades nao realizadas, mesmo eu fazendo as coisas pelo jeito certo e tentando aproveitar nas horas vagas o maximo possível parece que algum ingredientes eu coloquei demais, ou de menos e o bolo desandou!
Mas sera normal eu me ver assim, sem saber o que fazer com essa massa inodora, impapavel e estranha que se tornou minha vida, meu bolo?

Ou o certo seria enfiar isso num forno ver o que dá e depois a gente faz um brigadeiro taca em cima e serve de qualquer jeito?

Perdida, imóvel sem nenhuma reação assim me sinto, esperando que algum milagre surja ou então que algum cheff bata na minha porta e diga põe um pouco de baunilha e fermento e segue o barco menina!!
Pq to assim? Eu que sempre fui a milagreira, a que teve preocupada com todos e tentando fazer eles sorrirem, pq justo qnd eu preciso não tem sequer um auxiliar cozinha pra meter a colher e me dizer o que fazer??
Acho que já fiz muitos bolos e por me achar expert no assunto, nunca deixei ninguém dar pitacos ou palpites sobre o que fazer ou onde mudar, e fiz com que as pessoas tivessem medo de me ajudar a crescer (to falando do bolo viu).

domingo, 29 de março de 2015

Deu vontade de voltar a escrever!!

Bateu aquela vontade louca de voltar a escrever, viajar pelos caminhos da minha mente... Inventar histórias de amor, de aventura, de saudade ou contos em que tudo dá certo (ao contrário da minha vida).
É no minimo engraçado pensar em quantas histórias minha mente fértil já inventou, quantos desfechos ela da a minha própria vida...
As vezes penso, ser sonhadora esta ligado a que? ao fato de ser uma menina romantica? Ou ao meu signo, que já é por natureza “frouxo”, minha formação e criação, ás minhas angustias em não realizar algumas coisas, ou a minha personalidade e forma de ver o mundo? 
O fato é que eu vejo o mundo de uma forma diferenciada dos demais, uma forma colorida e mais leve e livre que os demais... 
Há momentos que isso se torna preocupante em outros é simplesmente minha maneira de mudar meu mundo, enfim preciso voltar a escrever e me permitir viajar pelos caminhos da minha mente... Pelos meus mundos!!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Just love?

Não suporto o fato de ficar boba te vendo sorrir,
De entregar pra ti o meu mais puro e sincero sorriso e gargalhada
Não suporto o fato de te olhar nos olhos e me perder
Me perder numa história bonita que poderíamos ter...

Não suporto sentir o teu cheiro e sequer te tocar, te abraçar
ou simplesmente dividir o aperto que tenho aqui

Algumas vezes mais, em outras menos, mas quase sempre presente
Aquele medo, de sei lá, falar a coisa errada no momento certo,
ou quem sabe a coisa certa no momento errado

Esse amor impossível, essa paixão fodida
É real, é cada vez mais real...

Não és o primeiro
Já tive alguns amores assim, mas tu és novidade
confunde a minha mente, o meu jeito, o meu censo e a minha sexualidade

Não sei como lidar,
As vezes tenho vontade de simplesmente sumir,
de não te ver, de ficar sozinha com minhas lembranças.
os meus medos e a tua ausência...
As vezes é bom sabia? As vezes a solidão me completa e me entende,
e de uns tempos pra cá me surpreende

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Teia

E assim me encontro, perdida numa teia de sensações, sentimentos, vontades e medos... 
Essa teia é tão intensa que não me permite me expressar, não me deixa sair dela, me entrelaça e me ocupa de uma forma que não sei nem mais escrever! 
Uma hora é alegria, na outro é choro...
Ou adrenalina e na outra sono...
Querer doce, e em seguida o salgado...
Tentar amar e não conseguir nem gostar
Se apegar e não conseguir se libertar
Pensar em ficar e ao mesmo tempo viajar

Algumas pessoas tem o dom de tocar no sentimento mais profundo que eu tenho, por mais que eu me recubra de uma casca, um casulo... Não há quebra nozes que consiga extrair uma grama que seja da melhor amêndoa pra algumas pessoas basta chegar perto e... O meu melhor está a mostra, fico sensível e suscetível.

 E assim começam as teias...

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Pequenas estranhezas...

E de repente um sorriso pode mudar toda uma existência!!!
Todas as músicas se completam e passam a fazer sentido;
Uma simples dança se torna uma conexão, trocas de olhares uma estranha ligação...
E de repente tudo começa a mudar, a vida fica mais doce e colorida;
O verão parece até que nunca vai chegar, e eu pareço nem me importar
Pois a primavera é o meu lugar, o cenário perfeito!! Um mar de flores, aromas e sentimentos mais malucos e suaves possíveis;

Isso será talvez o tal amor?
Ou será apenas um expectativa sendo respondida?

Destino maluco, pregando peças... Não importa o que é, só sei que eu quero viver!! E dessa vez não vou ter medo...